Mustelídeos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mustelídeos

Mensagem  Daniel T em Ter Nov 29, 2011 5:37 am

Notícias relacionadas aos Mustelídeos.
avatar
Daniel T
Admin

Mensagens : 1114
Data de inscrição : 28/10/2011
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://territorioselvagem.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Buddy - Ariranha Semi-Cega - Lição de Predação!!!

Mensagem  Daniel T em Seg Abr 23, 2012 9:44 pm

Desculpem a mudança de título, é só para destacar: Vou jogar a tradução por site, esse é um relato em forma de notícia, pois tem até as fotos para comprovação:

Karanambu, Guiana, 8 de agosto de 2010 - Quando penso em Buddy, a imagem dele pegar um peixe duas vezes seu tamanho vem à mente. Isso aconteceu há alguns meses em Karanambu. Stefy e Talia tinha levado até o rio Rupununi para sua alimentação e à tarde um mergulho. Eles tinham abundância de peixes para alimentá-lo naquele dia, o que significava que ele estava cheio de energia - o suficiente para ir pescar para si mesmo. Para espanto de todos, ele saiu da água com um pirarucu 89 libras (pouco mais de 40 kg), peixes de água doce tropical.

Nenhum de nós pode descobrir como Buddy encontrou um peixe tão grande tão perto do pouso. Parece que ele deve ter sido o seu dia de sorte. Mas o que é realmente incrível é que ele era - e ainda é - a maioria cego. Então, novamente, ariranhas não usam o seu sentido de visão, tanto quanto eles fazem o seu sentido de olfato e tato para caçar peixes com pouca luz, ou ao longo do fundo do rio escuro. Ele estava apenas pescando como qualquer outra lontra gigante.

Uma vez que Buddy comeu o seu preenchimento, a próxima questão era o que fazer com o peixe. Aparentemente, ele se opôs alto quando vários fortes jovens tentaram tirar o peixe dele. Eles tiveram que arrastá-lo, com a ajuda de Buddy, se o caminho para a casa principal. Porque pirarucu estão em perigo, era tecnicamente ilegal para o pessoal Karanambu para consumir o resto do peixe. Ou será que foi? Este foi também o ano da primeira colheita legal de pirarucu no Rupununi Norte. Houve um contingente de cem peixes para serem capturados pelo arco e flecha tradicional. Mas o número capturado (36) foi muito menor. Talvez com o peixe de Buddy contado como número 37.

Poucas semanas antes da grande captura de Buddy, ele conseguiu puxar algo quase tão impressionante fora do rio: uma arraia enorme. Stefy disse que a lontra estava tão inchada que depois de comer o seu preenchimento da sua barriga tocou o chão. Esta é a segunda imagem de Buddy que vem à mente.

Infelizmente, Buddy não será a pesca no Rupununi por mais tempo. A boa notícia é, porém, ele tem uma chance muito maior de sobrevivência. Enquanto escrevo, ele está em seu caminho para o Jardim Zoológico de Jacksonville, na Flórida. Lá, ele estará a salvo de ataques selvagens lontras, jacarés e pessoas. Ele terá a chance de se reproduzir. Ele pode até mesmo recuperar alguma visão com cuidados médicos intensivos.

É verdade, as chances de Buddy vai selvagem novamente eram baixos desde o início. Tendo crescido em uma aldeia indígena, ao invés do isolamento de canetas de Diane lontra, ele está muito impressa nas pessoas. Ao invés de ser focado em Diane, ele seguirá qualquer pessoa com o peixe em suas mãos. Todos concordaram que era apenas uma questão de tempo antes de Amigos pulou no barco de alguém para roubar peixes. Em retaliação, ele provavelmente seria morto. Isso já aconteceu antes.

Quando Buddy estava ferido e perdeu a maior parte de sua visão, suas chances de ir selvagem caíram para perto de zero. Ele se tornou um alvo fácil para as lontras selvagens ou jacarés. Nesse meio tempo, ele foi crescendo e seu jogo com Diane se tornou mais agressivo. Nos últimos meses, ela não tem sido capaz de nadar com ele sem ficar molhado e mordido. Mas não era uma opção completa de contenção realista. As canetas de lontras em Karanambu nunca foram criados para conter uma lontra completamente, ou durante 24 horas por dia. Estratégia de Diane durante todo o tempo tem sido manter os órfãos segura à noite, e dar-lhes a sua liberdade para o rio durante o dia. Esta é a única maneira que eles podem aprender a ser selvagem novamente.

Apesar de tudo isto, não tinha o Jardim Zoológico de Jacksonville teve uma prévia ariranha contrato de empréstimo de reprodução com o Governo da Guiana, não tenho certeza que Buddy seria em qualquer outro lugar do que em Karanambu. O movimento é, sem dúvida, a melhor coisa para a sua sobrevivência, mas parece terrível. Eu tenho um nó no estômago que não se vai longe. Parte da minha reação é um egoísta, um sentimento de fracasso. A outra parte tem a ver com o fato de que ao contrário de outras lontras nascidas em Zôos, Buddy sabe o que é como nadar e pescar em sua casa natural. Eu só posso imaginar a sua surpresa quando ele leva o seu primeiro mergulho em água clorada.

Tenho certeza de Jacksonville Zoo vai compartilhar a história de Buddy e eu vou postar links aqui. Vamos ser todos acompanhando para saber como ele se ajusta.

----------------------

Fonte (com as fotos): http://adventures-in-climate-change.com/savingotters/index.php/2010/08/09/one-less-otter-at-karanambu/

Outras fotos diversas de Ariranhas predando: http://territorioselvagem.forumeiros.com/t300-ariranha-pteronura-brasiliensis#1140
avatar
Daniel T
Admin

Mensagens : 1114
Data de inscrição : 28/10/2011
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://territorioselvagem.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mustelídeos

Mensagem  reptilesporosus em Ter Abr 24, 2012 12:55 pm

Eu tenho estas fotos e realmente é muito impressionante ver uma ariranha com um peixe deste tamanho subjugado!!!
avatar
reptilesporosus

Mensagens : 811
Data de inscrição : 14/11/2011
Idade : 44
Localização : Campinas

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mustelídeos

Mensagem  reptilesporosus em Ter Abr 24, 2012 1:05 pm


Ariranhas costumam matar pintados e outros bagres maiores que este da foto!!!Ariranhas são predadores arrojados!!!
avatar
reptilesporosus

Mensagens : 811
Data de inscrição : 14/11/2011
Idade : 44
Localização : Campinas

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ataque de Marta Pescadora (Martes pennanti) em Mulher

Mensagem  Daniel T em Seg Jan 21, 2013 7:17 pm

Ataque aconteceu no quintal da mulher de Lincoln
Atualização: segunda-feira, 1 de outubro, 2012, 6:27 PM EDT
Publicado em: segunda-feira, 1 outubro, 2012, 10:48 AM EDT

PROVIDENCE, RI (AP) - Uma mulher de Lincoln foi hospitalizada por vários dias depois de ser atacada e mordida por uma Marta pescadora, enquanto passeava com seu cão em seu quintal.

Tracey Chartier foi atacada quarta-feira pelo animal, que está relacionado com uma doninha. É por vezes referido como um Gato Pescador.

Chartier disse ao The Providence Journal que a princípio pensou que era um Guaxinim. Ela diz que o animal tentou ir atrás "dela " (não consegui traduzir bem essa parte) do seu cão Weimaraner de 50 kg.

Ela estava com os pés descalços e chutou o animal, disse ao jornal, e o animal arranhou e mutilou seus pés.

A Marta Pescadora fugiu.

Chartier foi tratada para a raiva como uma precaução e também está sendo tratada por uma infecção no Hospital Rhode Island.

Fonte (também com vídeo): http://www.wpri.com/dpp/news/local_news/blackstone/woman-hospitalized-after-fisher-attack-in-lincoln
avatar
Daniel T
Admin

Mensagens : 1114
Data de inscrição : 28/10/2011
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://territorioselvagem.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ratel VS Leopardo

Mensagem  Daniel T em Sex Out 10, 2014 1:30 pm

Traduzido por site:

O leopardo e a “armadilha de mel”: Como predador não encontrou nesse texugo de mel o doce deleite que estava esperando

- O grande gato estava esperando por uma refeição fácil após avistar o animal solitário, que se arrastou de uma toca

- Mas o texugo de mel provou ser um adversário mais digno do que o esperado e lutou ferozmente contra seu destino

- O leopardo recuou depois de receber algumas mordidas e arranhões desagradáveis de seu feroz candidato a refeição

Por Sam Webb para MailOnline
Publicado em 23 de setembro de 2014

comentários

Um leopardo azar tem mais do que ele esperava depois de tentar pegar e comer um texugo de mel.

Estas imagens mostram o leopardo lamentando seu excesso de confiança quando o animal menor viveu até velho ditado de Mark Twain: "Não é o tamanho do cachorro na luta, é o tamanho da luta no cão."

Depois de encontrar o texugo de longe, o leopardo conseguiu correr para baixo dentro de sua toca e arrastá-lo para fora para o que ele pensava que ia ser uma refeição fácil.

Mas, apesar pegando sua vítima pelo pescoço, o mamífero resistente conseguiu se esquivar e se livrar graças à sua pele solta.


Davi e Golias: Um leopardo azarado tem mais do que ele esperava depois de tentar pegar e comer um texugo de mel em Botswana, na África


Nip: Capturado na câmera por fotógrafo da vida selvagem holandês, Vincent Grafhorst, 40, em Botswana, na África, o leopardo decidiu desistir de seu almoço depois de receber algumas lesões desagradáveis.


Passe: 'O texugo não parecia ferido, mas o leopardo estava claramente ", disse o fotógrafo, que narrou a batalha selvagem

No entanto, em vez de fugir de seu atacante, o animal, famoso por sua ferocidade, consegue desferir algumas mordidas ferozes e arranhões.

Capturado na câmera por fotógrafo da vida selvagem holandês, Vincent Grafhorst, 40, em Botswana, na África, o leopardo decidiu desistir de seu almoço depois de receber algumas lesões desagradáveis.

Vincent disse: "De repente, o leopardo parou quando notou um forrageamento do texugo do mel, apenas 20-30 metros de distância dela.

'O texugo notou e o leopardo carregada, ela desapareceu na toca mais próximo para a segurança, mas o leopardo arrastou-o para fora com sua cabeça em suas mandíbulas.


Face a face: Os dois combatentes mostram os dentes durante uma pausa na luta frenética. Nem o fotógrafo nem o seu guia nunca tinha visto uma luta como aquela


O texugo de mel foi capaz de se livrar graças à sua pele solta, o que permite que ele gire e escape das garras dos predadores


Escolha alguém do seu tamanho: O texugo de mel se agarra a mandíbula do leopardo


Ela foi pega de surpresa que sua pois sua presa pretendeu lutar e machucá-la a sério, ficou claro que ela não tinha ideia do que ela estava se metendo "

Ele acrescentou: "A, luta super rápido feroz foi o que se seguiu.

'Texugos têm pele grossa que também é muito frouxa e permite que se rode dentro de sua pele quando agarrou e também está armado com um conjunto perigosos dentes, bem como enormes garras.

'O texugo não parecia ferido, mas o leopardo estava claramente.

"Ele deitou no mesmo local onde a luta aconteceu e começou a lamber as feridas em ambas as pernas por vários minutos, antes que dela sair.

"Ela foi pega de surpresa que sua presa pretendido lutou e machucá-la a sério, ficou claro que ela não tinha ideia do que estava se metendo.

'Nem eu ou o nosso guia experiente já tínhamos visto essa briga, foi um momento muito raro. "


Análise pós-luta: O leopardo é deixado para lamentar seu fracasso - e lamber suas feridas - após a luta contra o texugo do mel.

Fonte:

http://www.coloradonewsday.com/news/regional/77805-the-leopard-and-the-honey-trap-how-predator-didn-t-find-this-honey-badger-the-sweet-treat-it-was-expecting.html
avatar
Daniel T
Admin

Mensagens : 1114
Data de inscrição : 28/10/2011
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://territorioselvagem.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ratel VS Leões

Mensagem  Daniel T em Qui Mar 19, 2015 1:22 pm

Não me chame de mel! Texugo Furioso confronta em cinco minutos de batalha contra um grupo de leões, antes de fugir para um buraco

•  Um texugo de mel foi atacado por um grupo de oito leões na Reserva Selinda no Norte Botswana
•  Quatro fêmeas adultas desistiram da luta, quando perceberam que o mustelídeo não ia ser uma presa fácil
•  Mas, quatro jovens do sexo masculino continuaram a batalhar, antes que a criatura levasse-os a um pequeno buraco para escapar
Um texugo de mel foi capaz de lutar contra um grupo de leões e escapar apesar de ter sido preso em uma das garras do grande gato durante a luta.
O mustelídeo destemido mustelídeo realizou a sua terra e não dar um centímetro quando os leões começaram circulando na Reserva Selinda no Norte Botswana, pensando que tinham encontrado uma refeição fácil.
Enquanto afastar os leões do texugo astuciosamente conduziu os animais com mais de 300 metros de distância de um pequeno buraco que foi então capaz de espremer e escapar.




Volte: As investidas do texugo de mel em um dos jovens leões depois que na Reserva Selinda no Norte Botswana



Mordendo: O texugo de mel estreitamentos do lado dos leões face em que fixa o mustelídeos para o chão e afunda seus dentes em seu corpo



Correndo livre: O texugo de mel astúcia leva os leões para um pequeno buraco que se espreme em que faz a sua fuga

Guia Safari Kane Motswana, 35, capturado a luta desdobramento e explicou que, do sexo masculino - estavam envolvidos inicialmente, oito leões - quatro leoas adultos e quatro jovens.
Ele disse: "As fêmeas mais velhos, mais sábios sabia que isso ia ser uma batalha fútil com este mal-humorado texugo de mel  e recuaram.”


'Mas a inexperiência dos jovens do sexo masculino mostraram como eles continuaram a persegui-lo.'
Mr Motswana disse que o menor número de texugo era "muito inteligente de fato 'para adiar seus atacantes ao mesmo tempo, traçava sua fuga.”



Em menor número, mas “corajoso”: Os leõezinhos se reúnem em torno do texugo de mel e passe-o com as patas enquanto ele desenha a sua fuga



Volte já: Um guia de safari que viu o incidente, disse um grupo de fêmeas adultas desistiu depois de perceber o texugo não era uma matança fácil



Esquivando-se e mergulho: O texugo passou sob as patas do leão, enquanto ele tenta atacar o pequeno animal que tinha a esperança de comer para o café da tarde


Ele disse: "O texugo de mel teve a sorte de escapar das garras dos leões como ele muito astuciosamente os levou para um buraco onde ele sabia que podia correr em para proteção."
Mr Motswana disse o texugo foi tão rápido 'escalando para o buraco que nos pegou de surpresa ".
Apesar de trabalhar no "mato toda a minha vida 'Mr Motswana disse que a luta não é algo que ele vai esquecer tão cedo.
"Este foi certamente um avistamento único, repleto de ação. Gostaria de colocá-lo lá na minha lista dos dez melhores avistamentos.



Fonte: http://www.dailymail.co.uk/news/article-2844244/Don-t-call-honey-Furious-badger-fights-five-minute-battle-against-pride-lions-escaping-hole.html




A mesma referência em português:

Texugo enfrenta oito leões e consegue escapar
Mensagem Daniel T em Qua 26 Nov 2014 - 14:40

Texugo enfrenta oito leões e consegue escapar

Os prognósticos não eram nada favoráveis ao texugo-do-mel. O pequeno animal enfrentava na reserva de Selinda (Botsuana) um grupo de oito felinos - quatro leoas e quatro leões adolescentes.

Uma leoa chegou a morder o bravo guerreiro, mas acabou repelida. Surpresas com a resistência do "almoço", as fêmeas desistiram. Mas os jovens leões, inexperientes, continuaram a investida.

Arisco, o texugo, entretanto, conseguiu dar fim ao seu drama escapando por um buraco na terra.

Os texugos são animais ferozes, que costumam proteger os mais jovens do seu clã a qualquer preço. Eles são capazes de repelir animais muito maiores como raposas, lobos, coiotes e ursos.

Link com as fotos: http://oglobo.globo.com/blogs/pagenotfound/posts/2014/11/26/texugo-enfrenta-oito-leoes-consegue-escapar-555609.asp
avatar
Daniel T
Admin

Mensagens : 1114
Data de inscrição : 28/10/2011
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://territorioselvagem.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mustelídeos

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum