Ratel VS Staffordshire Bull Terrier

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

VOTE

67% 67% 
[ 4 ]
33% 33% 
[ 2 ]
0% 0% 
[ 0 ]
 
Total dos votos : 6

Re: Ratel VS Staffordshire Bull Terrier

Mensagem  Daniel T em Qui Fev 27, 2014 4:54 pm

Bom, meu objetivo jamais é impor minha opinião, somente expor, mas diante do que foi postado, me vejo obrigado a fazer uns questionamentos concordantes e discordantes:
Quanto as fêmeas com filhotes serem mais perigosas, isso acontece com diversos animais, é natural, mas não significa que sejam mais fortes, pois um Ratel acuado, independente se for  macho ou fêmea tenderá a exibir sua ferocidade e lutar até as últimas consequências, e, como em muitos mamíferos, os machos tendem a ser maiores, mais pesados e fortes do que as fêmeas.

Não assisti a esse mesmo documentário, e até gostaria de assistir para comparar com os que já vi e li, pois não concordo com alguns pontos que não sei se estiveram no documentário mencionado realmente, se foram mal compreendidos, ou são opinião apenas, mas já sabia que Ratéis e Chacais predam os filhotes uns dos outros, porém não conheço nenhuma prova científica de um ter matado o outro na fase adulta, por isso creio ser mera presunção (e errônea ainda).
A arma defensiva e/ou anti-predação do Chacal é sua agilidade e mordidas (eu já vi o caso contrário, dupla de Chacais com filhotes espantando um Ratel com mordiscadas na cabeça, e o Ratel apenas se retirou, sem nenhum ferimento sequer...) e em compensação tem um corpo esbelto e bem frágil comparado ao Ratel, já vi Chacais sendo mortos em segundos por predadores maiores...

Já o Ratel adulto, como bem mencionado, tem em sua adaptação evolutiva (que não serve somente para a alimentação, como para se defender de predadores maiores), para compensar a agilidade que é bem mediana, com uma pele grossa, dura e solta como um casaco (que o permite girar sobre ela), garras e dentes, corpo atarracado, ferocidade para intimidar e contra-atacar e de brinde um odor dissuativo bem desagradável...  Ou seja, num combate aproximado, é um animal extremamente chato e difícil de ser batido, e pelo que sei, o Staff Pit Bull tende a ir pra cima com tudo,  não é um animal precavido, e isso contra um Ratel creio que seja uma considerável desvantagem, contra todas as armas mencionadas... (Embora no caso do duelo do tópico, como já mencionado, eu ainda tenha considerado pequenas chances de vitória para o cão).

Não que o Chacal tivesse mais chances, na verdade com as mordiscadas controladas e utilizando a agilidade para se esquivar eu creio que ele só conseguiria irritar mais o Ratel, num combate de tempo indeterminado até a morte eu apostaria uns 98 % no Mustelídeo contra um Chacal, mas na natureza o mesmo tem a agilidade para escapar na hora da briga, e o outro é resistente demais para acusar suas mordidas... Logo, só vejo mesmo o Chacal podendo ganhar por “pontos” num combate controlado por tempo... rs

Quanto a grossura da pele no pescoço, creio estar bem errada essa informação, 6 cm é extremo exagero (isso é mais do que Elefantes e Rinocerontes tem de grossura de Pele!), creio que você entendeu errado, pelo que eu já consegui ler, no pescoço do Ratel pode até chegar a 1 cm, mas deve ser um pouco menos, a diferença mesmo é que é uma pele dura, solta e resistente.

-----

O vídeo que você viu provavelmente no Youtube, mostra de forma bem resumida já no resultado que é um Leopardo fêmea matando sim uma Ratel velha, semi-cega e banguela, mas que levou quase uma hora pra conseguir. Assista o documentário inteiro, e comprovará essas informações. Infelizmente nunca achei esse documentário em português, mas você de repente consiga assistir, acho que tem no youtube, se chama “Snake Killers: Honey Badgers Of The Kalahari” (documentário da National Geographic). Documentário focado nos Ratéis, onde os cientistas/pesquisadores conheciam cada indivíduo, por isso afirmaram com clareza as condições físicas da Ratel morta, onde até nome dado por eles ela tinha... Por isso posso afirmar que esse caso não é invenção de ninguém, é caso comprovado cientificamente, destacado e filmado em documentário, e pra reforçar já o vi mencionado nas fontes sobre o Ratel e no site da Natgeo.

Sobre a informação de que o Ratel já foi morto por abelhas africanas, sim, já aconteceu ocasionalmente, mas pelo que eu saiba é somente quando ele não tem como escapar ou fazer seu jogo de “sair e voltar” ou é muito imprudente, como por exemplo quando ataca abelhas em locais mais fechados (como em locais onde tem apicultura). Mas isso não é de se surpreender, já que essas abelhas já foram documentadas matando até mesmo Cavalos...

Sobre o Ratel já ter sido morto por serpentes, nunca li alguma comprovação sobre (mas não duvido que possa acontecer), o que sei é que no mesmo documentário citado acima um Ratel leva uma picada na “face” de uma Víbora Biúta (que é a serpente que mais mata pessoas na África e possui um dos botes mais rápidos do planeta), e após certo tempo apagado (não me recordo quanto) o Ratel desperta para devorar a serpente já morta pelo ataque inicial. De resto, o Ratel “colecionou” presas como Najas, estando entre suas comidas favoritas.

Outra fonte de pesquisa, a título de reforçar o item resistência, é o relato em forma de notícia que postei, bem confiável esse, pois foi documentado por fotos, de um Ratel que foi atacado por Facochero (filhotes por perto), animais bem maiores e com presas afiadas e perigosas capazes de matar grandes predadores, o Ratel foi duramente atacado e lançado para o alto, e, embora ferido, o pequeno animal sobreviveu, eis o link da mesma com as fotos (e outras fotos também):

http://territorioselvagem.forumeiros.com/t421-ratel-ou-texugo-do-mel-mellivora-capensis#2038

-------

Logo, depois de repostar informações para comprovar que, em alguns pontos não existe exagero nenhum quanto ao fator resistência, pois são fatos cientificamente comprovados ou documentados, digo abaixo poucos pontos que o Ratel até hoje não se tem nenhuma prova concreta:

- Ataque no Escroto (Embora o Ratel seja um animal inteligente e oportunista, como já demonstrou em vídeo quando fez uma “escadinha” para alcançar num ninho de passarinho, e também ao demonstrar incrível adaptabilidade para predação de animais diversos, o ataque no Escroto até hoje não passou de folclore, todavia existe uma referência nada científica de ataque em cabras num site desprezível de caça, onde atribuíram e mataram o Ratel fêmea e um filhote dela “responsáveis”, ao que mostra na foto de algumas cabras, elas foram mutiladas, e me deu a impressão vendo o remédio aplicado nas fotos que foi além do peitoral também as “partes baixas”, leiam o resto também, para não dizerem que estou inventando, eis o link:);
http://www.kalahari-trophy-hunting.com/Kalahari_Hunting_News-kalahari-hunting-news-11.html
Salvei somente a foto de algumas Cabras Mutiladas que aparecem:




- Enfrentar Predadores maiores: Embora o Ratel possua essa fama, geralmente ele evita o contato com predadores maiores, todavia se ele ficar encurralado, tenderá a demonstrar o poder de intimidação, e se isso não bastar tenderá a lutar até as últimas consequências.

- Não ter predadores naturais: Esse sim é exagerado, o Ratel adulto tem como predadores naturais Leões e Leopardos mencionados em artigos científicos, por algum motivo Mabecos e Hienas nem são mencionados nos artigos mais referenciados que li (quem sabe se não é porque eles tem olfato mais apurado e sofrem ainda mais com o odor, isso lembrando que Mabecos também são canídeos como o Pitt...), embora sejam capazes, creio que deve ser algo bem ocasional ou raro de acontecer. Predadores menores que esses, acredito em chances de 1 % ou menos de já ter acontecido alguma predação num Ratel adulto.
Sem esquecer Crocodilos que com certeza tem essa capacidade de abate, mas eles não devem se encontrar muito, embora, por incrível que pareça, o registro que tenho é o contrário, de Ratel predando pequenos crocodilos, tem até uma foto por aí não muito boa e a menção dessas predações em algumas referências...  Uma Piton Africana grande também teria chances de abate em ataque surpresa, porém, o que se vê geralmente é o contrário, tem até vídeo e fotos para provar...


- - - -  - - - - - - -  -

Por que postei somente informações sobre o Ratel?

Porque acredito que ainda falte disseminação de informações deste animal, informações concretas e diretas de preferência com comprovações científicas ou bem documentadas, assim como de outros animais selvagens, ao contrário do Pitt, que a maioria já conhece e sabe da valentia e da resistência notória que me fez o colocar no duelo.
Deixo uma menção também de concordância, cães maiores como os citados eu atribuiria o favoritismo a eles, pois a diferença de tamanho e peso é considerável, todavia, baseado no que se tem de informações, acredito que eles teriam bastante trabalho para conseguir efetivamente matar o Ratel, tenho certas dúvidas sobre a resistência de alguns desses cães maiores, então talvez, mesmo com o favoritismo, eu teria algumas dúvidas de possíveis surpresas e reviravoltas... Não descarto.


- - - - - - - - - - - - - - - -

Conclusiva:

A opinião segue e mesma, só queria destacar que há alguns anos eu já tinha feito uma análises de combates “peso por peso”, tentando chegar num favorito geral (alguns desses duelos já foram postados), e nessa categoria de peso que abrange o Ratel e o Staffordshire Bull Terrier, em combates teoricamente até a morte, ainda tem uma série de animais possantes para seus pesos e que acredito que fariam frente e alguns até seriam favoritos contra o Staffordshire BT, mas contra o Ratel, ainda não encontrei algum que mereça isso, mesmo pesquisando-os a fundo também, o mais próximo acredito que seja o Gato Pescador, seria meu troféu de prata da lista no momento... (esse é um duelo que postei inclusive, se encontra aqui: http://territorioselvagem.forumeiros.com/t240-ratel-vs-gato-pescador#622)


Segue alguns dos animais que envolvem a categoria 14 Kg, a título de curiosidade:

Macaco de Tonkean (Macaca tonkeana)
Gato-pescador (Prionailurus viverrinus)
Gato Dourado Asiático (Catopuma temminckii)
Porco Espinho Norte Africano (Hystrix cristata)
Porco Espinho de Crita Indiano (Hystrix indica)
Porco Espinho Americano (Erethizon dorsatum)
Python Diamond (Morelia spilota)
Lince Vermelho (Lynx rufus)
Texugo Porco (Arctonyx collaris)
Macaco Porco (Macaca nemestrina)

avatar
Daniel T
Admin

Mensagens : 1114
Data de inscrição : 28/10/2011
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://territorioselvagem.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ratel versus Staffordshire Bull Terrier

Mensagem  josé marcos faustino em Dom Mar 09, 2014 12:42 pm

Mais uma vez, quero parabenizar o Daniel pelas informações e esclarecimentos sobre esse magnifico animal que é o Ratel Africano, contudo quero afirmar que nenhuma das informações que postei foram "inventadas", tudo foi falado no documentário que assisti, isso não quer dizer que todas elas sejam verdades absolutas. Sobre a questão da "rivalidade" entre Rateis e Chacais, quero fazer uma correção quando eu disse que segundo o narrador, se a ratel fêmea  não fugisse o filhote seria morto e ela também seria "certamente", deve-se fazer uma correção do "certamente" para um "provavelmente", isso mostra que nem mesmo o narrador ou a equipe que produziu o documentário tinha a certeza disso, então como você disse, não há registros concretos sobre rateis que foram mortos por Chacais ou vice versa. Isso mostra que o que você falou esta correto, porém é inegável que do nada, surgiu um "inimigo natural" do Ratel, inimigo esse que vive da astúcia e adaptação ao meio em que vive e não própriamente  por ser "forte ou poderoso". E que os conhecedores do Ratel ainda não haviam mencionado, era sempre aquela história de "animal feroz e imbatível". outro ponto interessante é quando você fala dos predadores naturais (Leões, Leopardos e possivelmente Hienas e Madecos), pois é mais um fato muito relevante , faz cair por terra aquelas histórias de que "o Leão evita encontrá-lo, ele não tem predadores naturais, etc..." que ouvimos de alguns sites e documentários, quando o ratel começou a ser conhecido do público em geral. Sobre o fato dele poder ser morto pelas abelhas, é outro fato que mostra que esse animal tem um limite e o fato de você não saber de históricos dele ter sido morto por picadas de cobras, também não quer dizer que isso não possa acontecer, já que estamos falando de limites (e todo animal tem o seu). Quanto a história da pele de 5 ou 6 cm ao redor do pescoço, quero esclarecer que também achei exagerada a informação, mas a divulguei de acordo com o que foi falado no documentário, pois não tenho conhecimento técnico sobre fisiologia ou anatomia de animais selvagens (minha área é Segurança Pública), mas como você sitou o caso dos ursos, deve dizer que sempre criei cães e tenho um conhecimento razoável sobre raças caninas, por isso digo a você que os cães da raça Fila Brasileiro (do qual já fui criador) tem pele grossa no pescoço que servem como uma verdadeira couraça, protegendo esses animais de mordidas e garras de animais como Javalis, touros em estados semi selvagens, felinos e animais selvagem ou silvestres bravos de todos os tipos e tamanhos, inclusive do maior e mais perigoso encontrado em nossa fauna que é a Onça Pintada  (segundo alguns, as onças pintadas de modo geral são mais pesadas e mais musculosas do que o Leopardo africano, mas eu particularmente acho que não há uma matemática exata sobre isso), além dessa pele dar a esse animais a capacidade de varas cercas de arame farpado com a cabeça e os ombros atrás de presas sem se ferirem (os arames farpados causavam no máximo arranhões, e apesar de nunca ter medido acha que essa pele grossa desses cães podem chegar sim aos 02 centímetros de espessura sem muita dificuldade, a pele no pescoço desses cães parecem como borrachas de pneus (existe uma raça chamada Tosa Inú, que é um cão japones de brigas, que dizem que a barbela que ele tem no pescoço chega a ser, ou pode chegar a ser,  mais grossa que a do Fila). Então apesar de também achar exagerada a história dos 06 cm de pele no pescoço, quero deixar registrado que 02 cm não chega a ser nada de outro mundo. Quanto ao video do Leopardo matando um ratel, vou repetir,  o que já havia dito anteriormente, eu não tenho como afirmar se o que falaram foi verdade pois o video é pequeno e a história de que seria uma Ratel fêmea, velha e sem dentes, fica a palavra de quem viu o video todo (que é o seu caso), não há o que comentar nesse caso.
Sobre as coisas que você falou do Ratel (o que mostra que você conhece bem este animal), eu vou falar do cão Staffordshire Bull Terrier (pit Bull Inglês), que também conheço.
Esses cães foram selecionados durantes séculos para darem "espetáculos" em rinhas de cães e contra outros animais, pois bem: as linhagens americanas e européias de Pit Bulls foram selecionadas dos melhores exemplares vindos da Inglaterra, esses cães eram treinados e adaptados de acordo com o que melhor convinha para os donos, existiam e existem linhagens (pois há cães que se comportam dessa maneira, mesmo não tendo tido um treinamento especifico pra isso, questão da genética e anos aprimoramento dessas linhagens) que  são especialistas em morder a barriga do adversário, fazem isso lutando com a cabeça baixa, mas não a ponto do adversário conseguir alcançá-la e sim se enfiando por baixo do corpo do adversário, lhe tirando a posição de agarrar e assim que tivesse uma oportunidade pegando a parte mais "macia e frágil" do seu corpo digamos assim que seria o abdome (que seria abaixo da musculatura do peito, a barriga propriamente dita). Outras linhagens são especialistas em agarrar nos membro superiores ou inferiores dos adversários e ficarem presos pela mordida rodando de um lado pro outro pra não darem chances do adversário conseguir se virar e contra-atacar. A outras linhagens que são aquelas que executam várias mordidas em lugares diferentes até acharem a que pode causar mais danos ao adversário (pra se ter uma ideia, segundo os entendidos em rinhas, estes seriam os menos perigosos). E por fim a linhagem que seria talvez as mais perigosa (aquelas que se especializaram em agarrar de forma rápida e certeira o pescoço e a cabeça do adversário), onde estes num primeiro momento atacariam contudo e ao não conseguir pegar no local "apropriado", usam da agilidade (saltos, saídas com o pescoço e empurrões com o corpo forçando o adversário pra trás), para ter um espaço mesmo que curto de tempo e distância para dar outro bote e tentar pegar o adversário pela cabeça ou pescoço.
Todas essa técnicas de pegar barriga, membros e cabeça e pescoço, etc... já foram publicadas em um site americano e traduzidas pra um nacional que não me recordo o endereço agora, e também já conversei com entendidos desta raças e pela minha profissão já tive acesso a rinheiros de cães (é bom lembrar que rinha entre animais é crime), que confirmaram essas técnicas e outros tipos de treinamentos e táticas, sendo interessante saber que alguns cães já traziam isso na genética e eles simplesmente aprimoravam deixando o animal mais perigoso ainda. Daí posso te afirmar que sua impressão em relação a técnica do cão de partir pra cima contudo seja uma desvantagem, é um ledo engano seu, pois ele vai partir pra cima contudo, mas sabendo muito bem qual é seu objetivo, ou seja, não é um ataque atabalhoado de qualquer jeito e sim, um ataque fulminante e bem definido, onde este ao conseguir seu intuito não vai largar mais o adversário sob hipótese alguma, vai simplesmente apertar cada vez mais forte e fazer uma base solida com a musculatura das pernas e do corpo e utilizar a força do pescoço pra chacoalhar de um lado pro outro com toda força até conseguir arrancar a parte a qual esta preso ou a morte do seu oponente, e é bom lembrar que tudo isso feito por canídeo que tem muita força pro seu tamanho, visto já comprovado esses animais conseguirem arrastar facilmente várias vezes o seu próprio peso, subirem em arvores utilizando a força dos músculos e saltarem grandes distâncias tanto na vertical quanto na horizontal.
Mais uma vez mantenho minha posição de acreditar na vitória do  cão, mas concordo com o você de que esse duelo seria imprevisível, e com chances de ambos os lados, porém a minha entrada nesse forum se deu pelo fato de eu achar exagerada algumas colocações que se faziam a respeito do Ratel (pois beiravam ao absurdo), e com tudo que o você falou, eu chego a conclusão de que estou certo  em minhas covicções.

josé marcos faustino

Mensagens : 7
Data de inscrição : 13/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ratel VS Staffordshire Bull Terrier

Mensagem  Daniel T em Seg Mar 10, 2014 1:17 pm

Sim, Entendemos o motivo de sua entrada no fórum, agradecemos sua participação e postagens no mesmo, e convidamos e postar em outros duelos ou tópicos também, pois tem outras séries de ideias interessantes esperando opiniões e argumentos.

Serei mais sucinto dessa vez, apesar de nossas opiniões divergirem, o que até acho ser saudável, visto que é um duelo fictício, só tenho apenas alguns pontos a comentar:

O caso do Leopardo e Ratel fêmea, eu disse e repito: Foi documentado no documentário descrito, foi mencionado com todas as palavras o que aconteceu e da forma que foi e mostrados os trechos do abate (pois se fossem postá-lo inteiro, daria o tempo do documentário todo, bem dizer), não vejo o porque a National Geographic mentiria sobre isso, mas, cada um é livre pra pensar o que quiser, embora eu veja isso como prova clara da resistência do Ratel, uma barreira defensiva bem complicada de se transpor, ainda mais se formos comparar a dentição de um grande felídeo com a de um canídeo, onde a do felino é propriamente feita para eliminar com rapidez o que ele atacar e também considerarmos a forma com que eles atacam, onde o grande felino possui uma técnica muito mais refinada e eficaz de abate uma vez que alcance sua presa.

Sobre o cão partir pra cima com tudo, eu ainda acredito, considerando as linhagens , ali se fala de cão vs cão ou até considero algum animal de aparência semelhante,  porém, o Ratel tem uma anatomia externa totalmente diferente sendo capaz de proporcionar nos casos documentados resistência para animais imensuravelmente mais perigosos , aí acredito que já faz cair por terra essa teoria, já que nem mesmo os grandes felinos nos casos descritos foram capazes de achar pontos vulneráveis que acabassem rapidamente ou com alguma facilidade o abate, não digo que não sejam capazes de fazer isso, mas até então os casos que vieram a público com sua devida descrição não tem mostrado isso (e ainda devemos considerar que nos abates, muitas vezes a presa ainda é pega de surpresa, pelas costas, já ficando em desvantagem, e no duelo em questão, é frente e frente, com os dois animais se vendo, onde o Ratel com certeza não ficaria somente na defensiva, utilizaria um conjunto maior de armas já mencionadas para combater as mordidas do cão...).

Sobre o o restante das postagens sobre o cão, agradeço as informações, já sabia de algumas delas, por isso que o coloquei neste duelo, repetindo, por achar que ele é um único canídeo do mesmo peso que tem chances (embora creio que pequenas, já descritas) de vencer o Ratel, e também destacando, como meu compromisso é com a seriedade das informações, tentando sempre justifica-las e se possível mostrar fontes comprobatórias, assim como fiz imparcialmente com o Ratel, também já mencionei que o Staff também tem seus limites nas postagens, sem entrar em detalhes por ofender as regras do Fórum, onde o Reptiles complementou as informações. Ou seja, os dois animais tem seus limites e exageros que acredito estarem sendo esclarecidos, eu apenas acredito firmemente que os limites do Ratel conseguem superar os limites do Staff, por isso colocaria o Texugo como favorito.
avatar
Daniel T
Admin

Mensagens : 1114
Data de inscrição : 28/10/2011
Idade : 32
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://territorioselvagem.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ratel versus Staffordshire Bull Terrier

Mensagem  josé marcos faustino em Ter Mar 11, 2014 2:13 pm

Acredito que continuamos com opiniões diferentes, mas o debate serviu pra de forma saudável e civilizada nos mostrar outras possibilidades num combate como este e até tirar dúvidas de algumas outras pessoas que participaram ou apenas passaram por este forum como leitores e não conheciam algumas coisas a respeito do Ratel e também do cão Staffordshire  Bull Terrier. Eu achei muito interessante este debate pois conheci um pouco mais do Ratel Africano, de qualquer modo isso serviu pra eu apesar de não ter mudado de opinião (de que o cão venceria), chegar a conclusão de que este duelo poderia ser bem mais "imprevisível" do que imaginei e espero que minhas colocações tenham de alguma forma (apesar de não ter mudado sua opinião) mostrado a você que o cão apesar de não ser favorito na sua opinião, poderia ser uma adversário bem mais "complicado" do que lhe pareceu pro Ratel, e com isso tenha pelo menos mudado a sua opinião a respeito das probabilidades de chances de vitória do cão, que até então você considerava tão pequenas e até remota. Sobre táticas e tipos de ataques de luta de cães de briga, é interessante frisar que isso pode fazer grande diferença entre ganhar ou perder uma luta, e estas táticas de modo geral eram utilizadas em lutas de cão contra cão, mas como é do conhecimento de alguns (não de todos) é bom lembrar que as brigas de cães começaram com os Bullsbaitings (touros), Bears (ursos) e depois se estenderam a vários animais como texugos, felinos, ratos (onde se utilizavam os terriers) e até macacos. Somente depois chegaram a conclusão que as lutas cães contra cães eram "melhores" e mais rentáveis, mas é bom frisar que estes animais foram selecionados por séculos para enfrentar vários outros tipos de animais e não somente outros cães. De qualquer modo sua observação esta correta, pois contra um Ratel Africano, nunca saberíamos se esses instintos ou técnicas do cão dariam certo. Diante de tudo isso, considero que o debate foi muito interessante e esclarecedor, e espero ter contribuído de alguma forma e conseguido eliminar possíveis dúvidas de alguns, assim como tive algumas esclarecidas. Valeu..

josé marcos faustino

Mensagens : 7
Data de inscrição : 13/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ratel VS Staffordshire Bull Terrier

Mensagem  João Paulo CP em Ter Jun 17, 2014 8:24 pm

Ratel
avatar
João Paulo CP

Mensagens : 15
Data de inscrição : 01/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ratel VS Staffordshire Bull Terrier

Mensagem  João Pedro em Sex Ago 19, 2016 10:49 pm

O ratel, por ter garras mais poderosas, maior força nos membros torácicos, mais resistência, mais agilidade e possivelmente, uma mordida mais forte, provavelmente seria o vencedor.

João Pedro

Mensagens : 117
Data de inscrição : 27/07/2016
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ratel VS Staffordshire Bull Terrier

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum