Fauna impressionante de Madagascar.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Fauna impressionante de Madagascar.

Mensagem  reptilesporosus em Qui Mar 28, 2013 8:51 am

Uma das coisas mais legais que gosto de pesquisar é biodiversidade, mais não só biodiversidade, como biodiversidades exclusivas.Alguns lugares no planeta são simplesmente maravilhosos e únicos,e isto simplesmente é fascinante. Um dos lugares aonde podemos ter esta característica tão marcante além de locais aqui no nosso espetacular ecossistema brasileiro é uma ilha enorme no Continente africano conhecida como Madagascar.A fauna de Madagáscar é uma das mais impressionantes do mundo, uma fauna variada, nativa em muitos casos, e impressionante, que se mantem tanto nas zonas húmidas, como no interior da ilha. A flora desta ilha não é menos impressionante, como tudo relacionado à natureza em Madagascar.
A fauna da ilha, devido à sua separação do continente Africano há milhões de anos, evoluiu de forma nativa. Esta situação foi um pouco desestruturada pela primeira vez com os indonésios que se estabeleceram na ilha nos primeiros anos de nossa era, e posteriormente foi com a introdução de animais trazidos pelos Franceses, Portugueses, Espanhóis ou Ingleses, que alteraram a fauna da ilha, a introdução de espécies diferentes, novos predadores.
Entre a fauna mais importantes da ilha, que atrai milhares de eco-turistas a cada ano, nos seus mais de 50 parques naturais nacionais e muitos outros, se destacam o lemur, das quais também existem mais de 50 espécies diferentes, o camaleão pantera, a malgaxe de dentes curtos; tenrecs, com mais de 40 espécies diferentes e centenas de subespécies de roedores compreendem a maior parte da fauna de Madagascar.
Em Madagascar, existem inúmeros contrastes, tais como rios, montanhas, pântanos, recifes e pequenas ilhas do mar, o Oceano Índico em torno da ilha. O ponto mais alto da ilha é o Monte Maromokotro, com 2.885 metros sobre o nível do mar. Este pico se encontra no Maciço de Tsaratanani, no norte do país.
No que diz respeito aos rios no leste da ilha estes são caudalosos, abundantes, e até mesmo com possibilidades de navegação. Na zona oeste, são longos e estreitos e rasos.
Um dos destaques de Madagáscar é que uma ilha tão pouco explorada que descobriram recentemente mais de uma centena de novas espécies de anfíbios. Esta descoberta foi feita por cientistas em dois de seus mais importantes parques nacionais, Ranomafana e Mantadia.
Em termos de flora, se deve destacar que Madagascar é um país com mais de 12 mil espécies de plantas diferentes, e as conhecidas árvores baobás são o destaque de sua flora.
Há que se acredita ter tido apenas cinco eventos de colonização de mamíferos terrestres vindos do continente africano. Eles são os tenrecs com cerce de 30 espécies , os lêmures, existindo oficialmente 99 espécies e subespécies de lêmures , 39 dos quais foram descritos por zoólogos, entre 2000 e 2008. , os carnívoros malgaxes, 8 espécies , os roedores nesomyines contando com 30 espécies , e os agora extintos bibymalagasians . As colonizações de outros mamíferos foram dos hipopótamos (agora extinta) e morcegos com 69 espécies, sendo que a metade é endêmica.
Não obstante a isto, existe em torno desta ilha por muitos a falsa impressão de que a ilha é comandada apenas por um único predador dominante, que rege os rumos de todos na ilha com punho de ferro, a fossa.
Seria ela a detentora única do título de rei de Madagascar ou existe outro predador que pode fazer frente a ela em poder e em alguns casos até transformar o puma de Madagascar em comida?
Antes gostaria de postar alguns outros predadores de Madagascar. Talvez não tão incisivos como a Fossa, mais carnívoros de Madagascar tb!!!
Mamíferos.
Fossa fossana- Civeta estriada.

Eupleres goudotii- Civeta dourada

Galidictis grandidieri- Mangusto estriado

Galidia elegans - Mangusto de rabo listrado

Mungotictis decemlineata.

Eupleres major.

Galidictis fasciata.

Salonia concolor. Mangusto negro

Salonia durrelii. Mangusto dourado- espécie nova


Aves
Corujas.
Asio madagascariensis.

Ninox superciliaris.

Asio capensis

Tito soumagnei.


Águias ,gaviões e falcões
Halliaetus vociferoides.

Eutriorchis astur

Aviceda madagascariensis

Accipiter madagascariensis

Accipiter henstii

Falco zoniventris

Polyboroides radiatus.


Répteis
Leioheterodon madagascariensis

Acranthopis ou Boa drumelli

Acranthopis ou Boa manditra


Estes seriam outros predadores de respeito na ilha, ainda que estes possam ser subjugados por uma fossa, claro que respeitando a águia pescadora e as duas boas que passam dos 210cm e precisariam de uma bela emboscada para que a fossa os matasse de cara. Independente disto temos na ilha ainda 2 predadores que nem as fossas ousam mexer quando crescidos, fazendo deles os maiores concorrentes do puma de Madagascar no reinado da Ilha e em alguns casos até ela pode fazer parte de seus cardápios!!!
São eles, o Crocodilo do Nilo que despensa comentários e a Grande jibóia de Madagascar que pode passar dos 3 metros!!!


Grande jibóia de Madagascar - Acranthopis ou Boa madagascariensis




avatar
reptilesporosus

Mensagens : 811
Data de inscrição : 14/11/2011
Idade : 44
Localização : Campinas

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Fauna impressionante de Madagascar.

Mensagem  reptilesporosus em Qui Mar 28, 2013 4:53 pm

Agora com relação a Fossa, acredito que respeitando as boas citadas, a águia que apesar de pescadora, sempre é perigosa para qualquer mamífero jovem ou filhote e o temível crocodilo do Nilo, a Fossa reina suprema na ilha como animal terrestre mais ativo em dar caça e incutir medo nos animais de Madagascar. A fossa é sobretudo um animal de aspectos físicos espetaculares, ainda que se sabe pouco de sua morfologia, comportamentos e hábitos diversos como alimentares, reprodutivos, etc.
Sendo o mais ativo predador terrestre, pois perde em comprimento final e peso para a já citada boa madagascariensis, nas medidas máximas, ainda assim seu tamanho tb é motivo não só de especulações como até de testes para avaliações de separação das fossas em duas espécies distintas, já que há tempos a população local em Madagascar, muitas vezes reconhecem duas formas de fossa, uma maior mainty fosa (ou "preta ") e uma menor fossa Mena (ou "avermelhada").Seu comprimento máximo e peso tb é fruto tb destas especulações já que por causa de alguns relatos e medidas craniais de animais mortos por aldeões ,alguns destes teriam podido chegar a marca de 2 metros de comprimento e uns 25kg( existem aldeões que juram ter matado fossas machos com este peso ou até 30kg), ja que a fossa é tradicionalmente caçada e comida por aldeias na ilha!!!
A wikipédia relata alguma coisa a respeito ainda que não menciona os estudos:
" Há algum dimorfismo sexual , com os machos adultos (pesando 6,2-8,6 kg; 14-19 lb) sendo maior do que as fêmeas (5,5-6,8 kg; 12-15 lb) e entre 7 e 12kg pela animal diversity. Indivíduos menores são encontrados tipicamente ao norte e leste de Madagascar , enquanto as maiores para o sul e oeste. Indivíduos extraordinariamente grande peso até 20 kg (44 lb) têm sido relatados, mas há alguma dúvida quanto à confiabilidade das medições."
Os estudos baseiam-se além de medições e busca por animais grandes, algum motivo para a diminuição deste crescimento final, em fossas atuais, mais como sempre gosto de pensar que estes exemplares existiram em detrimento da capacidade de adaptação dos animais, ainda mais os de ecologias tão únicas como de Madagascar.
Creio que estes animais mais corpulentos e pesados não teriam em terra adversários, ainda que uma grande boa de Madagascar com a da primeira pudesse subjugar em 50% dos casos uma fossa destas mais em ataques surpresas.Digo isto, ainda que existe o benefício da dúvida em saber se fossas tem habilidades e hábito de lidar com serpentes,ainda mais as grandes, informação ainda totalmente inexplorada por total falta de ocasiões ou de análise de fezes ou estomago, bem como de relatos, fotos ou vídeos.
Quanto a sua dieta uma avaliação direta pode-se ter na Wikipédia americana.

"A fossa é um carnívoro que caça animais de pequeno e médio porte. Uma das oito espécies de carnívoros endêmicas de Madagascar, a fossa é o maior sobrevivente endêmica da ilha de mamíferos carnívoros terrestres e o único predador capaz de predar animais adultos de todas as existentes espécies de lêmures,sendo que o maior pode pesar tanto como 90 % do peso da fossa média.Embora seja o predador predominante de lemurs,relatórios dos seus hábitos alimentares demonstram uma grande variedade e selectividade de presas e especializações dependendo do habitat e estação do ano;a dieta não variam de acordo com o sexo. Enquanto a fossa como um especialista em lemures no Ranomafana Parque Nacional, a sua dieta é mais variável em outros habitats florestais tropicais.
A dieta da fossa inclui pequenos-( ratos e lêmures) para médias presas ( lemures,lagartos e aves )."

A dieta da fossa na natureza tem sido estudada pela análise de suas distintas fezes , que se assemelham a cilindros cinzas com pontas torcidas e medem entre 10-14 cm (3,9-5,5 in) de comprimento por 1,5-2,5 cm (0,6-1,0) de espessura. Fezes coletadas e analisadas ​​tanto em Andohahela como em e Andringitra continham matéria de lemur e roedores. Populações orientais em Andringitra incorporam a maior variedade de presas gravada, incluindo vertebrados e invertebrados.Os Vertebrados consumidos variaram de répteis para uma grande variedade de aves, incluindo tanto understory birds( passeriformes menores) e aves de terra, e mamíferos, incluindo os insetívoros , roedores , e lémures. Invertebrados consumidos pela fossa na zona de alta montanha de Andringitra incluem insetos e caranguejos.Um estudo encontrou que os vertebrados formam por 94% da dieta das fossas, lêmures compreendendo mais de 50%, seguido por tenrecs (9% ), lagartos (9%), e aves (2%). Sementes, que é composta por 5% da dieta, pode ter aparecido nos estômagos dos lêmures, ou pode ter sido consumidas com frutas e tomadas com água, as sementes foram mais comuns no estômago na época da seca. O tamanho das presas média varia geograficamente, é de apenas 40 gramas (1,4 onças) nas altas montanhas de Andringitra, em contraste com 480 gramas (17 onças) em florestas úmidas e mais de 1.000 gramas (35 onças) em florestas secas. Em um estudo de dieta na floresta seca ocidental de Madagáscar, mais de 90% das presas foram vertebrados, e mais de 50% eram lemures. A dieta primária consistiu de de cerca de seis espécies de lêmures e duas ou três espécies espinhosas de Tenrec, juntamente com as cobras( pequenas e médias) e pequenos mamíferos.Em geral, as presas maiores da fossa são lemures e roedores de preferência as menores.
Caçam no chão ou nas árvores. Durante a época de reprodução não caçam individualmente, mas durante a reprodução grupos de caça nas temporadas poden ser vistos, e estes podem ser pares ou mais tarde, as mães e os jovens. Um membro do grupo escala uma árvore e persegue os lêmures de árvore em árvore, forçando-os para o chão onde o outro é facilmente capaz de capturá-los.A fossa é conhecida por estripar sua presa maior,o lêmure, um traço que , juntamente com o seu excremento distinto, ajuda a identificar as suas mortes.De longo prazo observações de padrões da predação em florestas sifakas sugerem que a fossa caça em uma subseção da sua gama até uma densidade de presas diminuirem, então se movem. A fossa tem sido relatada como predadora em animais domésticos, como cabras e bezerros pequenos e, especialmente, galinhas. Em cativeiro, a fossa consome entre 800 e 1.000 gramas (28 e 35 onças) de carne por dia. Alimentos tomados em cativeiro inclui anfíbios, aves, insetos, répteis e de pequeno a médio porte mamíferos.
Esta grande variedade de presas tomadas em vários habitats da floresta tropical é semelhante à composição variada de dieta observada e que ocorre nas florestas secas de Madagascar ocidental, também. Como o maior predador mamífero endêmico em Madagascar, essa flexibilidade alimentar combinado com um padrão de atividade flexível permite a exploração de uma grande variedade de nichos disponíveis em toda a ilha,tornando-se uma potencial espécie-chave para a os ecossietmas de Madagascar."
Estudos:
1:The food habits of Cryptoprocta ferox in the high mountain zone of the Andringitra Massif, Madagascar (Carnivora, Viverridae)
S.M. GOODMAN / O. LANGRAND / B.P.N. RASOLONANDRASANA
2:Primates and Other Prey in the Seasonally Variable Diet of Cryptoprocta ferox in the Dry Deciduous Forest of Western Madagascar
Luke Dollar, Jörg U. Ganzhorn, Steven M. Goodman
3:Food Habits of an Endangered Carnivore, Cryptoprocta ferox, in the Dry Deciduous Forests of Western Madagascar
Clare E. Hawkins a,b and Paul A. Racey *a
avatar
reptilesporosus

Mensagens : 811
Data de inscrição : 14/11/2011
Idade : 44
Localização : Campinas

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum